Image //www.softwaredecalibracao.com.br/wp-content/uploads/2017/12/photo-1416339684178-3a239570f315.jpeg

Os motivos que levaram à revisão da ISO/IEC 17025

Autor: Categoria: Gestão 4 comentários

Imprimir artigo
Foi lançada, em novembro, a versão oficial da nova revisão da ISO/IEC 17025. Depois de mais de 10 anos, o comitê CASCO (Committee on conformity assessment) decidiu que era necessário revisar a norma que orienta os laboratórios de metrologia e designou a equipe WG44 como responsável pela revisão da ISO/IEC 17025, que começou a ser realizada no meio desse ano, e foi publicada mês passado.

A publicação da versão oficial em português está prevista para o começo do ano que vem, mas, no artigo de hoje, falarei um pouco sobre o porquê de essa revisão ser necessária e quais os motivos que levaram a ela.

A revolução eletrônica

Dos anos 90 para cá, pode-se dizer que estamos passando por uma “revolução eletrônica”, e tal evento influencia o mundo de um modo cada vez mais presente. Há 40 anos, mal se imaginava ter um computador dentro de casa. Hoje, crianças de 3 anos têm um em mãos, e mexem neles melhor que muitos adultos!

Por isso, a maneira de se registrar informações e de operar os equipamentos passou por diversas mudanças, alavancadas pelo desenvolvimento da Tecnologia da Informação. O que antes era controlado com papel, caneta e pranchetas, nos dias atuais é feito por meio de softwares, aplicativos e smartphones. Sabendo disso, foi necessária uma adequação na ISO/IEC 17025, para torná-la mais aderente ao contexto atual dos laboratórios de metrologia.

Qualidade para todos

Estima-se que existem mais de 100.000 laboratórios de calibração e ensaios espalhados pelo mundo todo. Dentre esses cem mil laboratórios, parte é acreditada, parte não, mas grande parte utiliza a norma para orientar e padronizar o trabalho. Por isso, a equipe WG44 fez, desde 2015, todo o trabalho de revisar e aprimorar a norma, que auxilia tanto os laboratórios que conquistaram a acreditação, quanto os que utilizam da norma para padronizar seus processos e melhorar a qualidade dos serviços prestados.

Adequação à ISO 9001:2015

Outro dos motivos que levaram à essa revisão, foi torná-la mais aderente a última revisão da ISO 9001, tendo em vista que alguns dos laboratórios que possuem a ISO/IEC 17025, também possuem a 9001:2015.

Para isso, a equipe se baseou principalmente no modo como a 9001 trata a documentação para poder aplicar isso às informações registradas no dia a dia dos laboratórios. De certa forma, alguns dos requisitos da ISO 9001 já estavam presentes na antiga versão da ISO 17025. Agora, com essa nova versão, vai ser mais fácil integrar ambas as normas, fazendo com que o Sistema de Gestão já presente na 17025 esteja de acordo com a 9001 2015.

Mudança é melhoria!

Percebo que as mudanças vieram para simplificar o trabalho dos laboratórios, tornar alguns requisitos e critérios mais flexíveis, tornando-os mais orientativos do que descritivos e atualizar a norma de acordo com as mudanças tecnológicas que vêm impactando os processos de um laboratório.

Para ajudar, deixo um vídeo disponível no próprio site da ISO (o vídeo está em inglês, mas dá pra ativar as legendas e traduzir para português numa boa). Nesse vídeo, há uma síntese dos pontos que foram expostos nesse artigo e ajuda bem a esclarecer um pouco mais as causas da revisão da norma. Olha só:

Nos próximos capítulos…

Nos próximos artigos, irei escrever mais sobre as principais mudanças da norma e apresentar um pequeno esquema de como ficou organizada a estrutura nessa nova revisão de 2017. Então, fica ligado que logo logo tem novidades! Até lá!