Image //www.softwaredecalibracao.com.br/wp-content/uploads/2018/03/o-que-e-qualificacao-termica-e-qual-sua-importancia.jpg

Qualificação Térmica: o que é e qual a sua importância

Autor: Ana Cláudia Marquardt Categoria: Gestão 3 comentários

Imprimir artigo
Você já parou para pensar na importância da esterilização de equipamentos cirúrgicos? E na conservação adequada das vacinas contra epidemias? Pois bem, esses processos estão diretamente relacionados com a nossa vida e a nossa saúde. E, por incrível que pareça, isso tem tudo a ver com metrologia.

Resolvi escrever esse artigo para te ajudar a entender melhor o que é a Qualificação Térmica de equipamentos e seu impacto na qualidade das empresas e na vida das pessoas.

Porque a Qualificação Térmica é importante

Todos sabemos que a esterilização de materiais cirúrgicos e hospitalares é determinante para o sucesso dos procedimentos executados, pois é uma maneira de destruir todo tipo de micro-organismo prejudicial à saúde das pessoas, sejam bactérias, fungos, vírus, entre outros.

O processo de esterilização pode ocorrer de várias maneiras, e uma delas é com altas temperaturas. Nesse caso, é imprescindível que o equipamento utilizado (estufa ou autoclaves) consiga atingir e manter a temperatura necessária para que o processo seja eficaz. Isso só pode ser evidenciado por meio da Qualificação Térmica.

Outro exemplo seriam freezers e câmaras frias utilizados para conservação de vacinas contra epidemias ou sangue arrecadado nas campanhas de doação. Isso mesmo, de nada adiantaria você doar sangue se os hospitais não tivessem estrutura para conservá-lo até chegar a quem precisa, não é mesmo?

Com esses exemplos começamos a compreender porque é tão importante que os equipamentos utilizados na área da saúde estejam em perfeito funcionamento. Além disso, percebemos que é imprescindível ter confiabilidade nessas informações, por meio de procedimentos corretos e a documentação necessária.

Mas afinal, o que é Qualificação Térmica?

A Qualificação Térmica trata-se de uma série de testes feitos em um equipamento para garantir que ele esteja em condições de uso. Para um melhor aproveitamento do processo, a Qualificação é dividida em três etapas:

Qualificação de Instalação (QI)

A Qualificação de Instalação serve para garantir que o equipamento está instalado da melhor forma possível e de acordo com os requisitos estabelecidos. Esses requisitos dizem respeito a toda parte elétrica e instalações desse equipamento.

Por exemplo, um refrigerador utilizado para conservação de vacinas precisa estar há uma certa distância da parede na parte do motor, não pode estar exposto a iluminação solar e não pode ter contato com fontes de calor. É parte da Qualificação de Instalação que esses requisitos sejam validados.

Lembrando que nessa etapa são verificados os fios, cabos de ligação do equipamento e sua instalação como um todo. Aqui, ainda não levamos em consideração se ele está ligando ou ajustando temperaturas.

Qualificação de Operação (QO)

Essa etapa da qualificação irá verificar se o equipamento está respondendo aos comandos básicos, que são: ligar, desligar, ajustar temperatura, entre outros.

É importante salientar que, nessa etapa, não será analisada a capacidade do equipamento de atingir altas temperaturas, e sim como ele reage aos comandos dados pelo operador por meio dos botões.

Qualificação de Desempenho (QD)

A Qualificação de Desempenho é a etapa responsável por verificar se o equipamento atinge a temperatura esperada e consegue mantê-la.

Para conservar uma vacina, por exemplo, a temperatura indicada é de 2 a 8°C. Então, durante a Qualificação de Desempenho, é o momento de verificar se o refrigerador mantem-se nessa faixa de temperatura ou apresenta picos fora da escala, o que pode causar danos para as substâncias contidas nos medicamentos.

Os testes são feitos com carga vazia e com carga cheia, isso quer dizer que é possível comparar o desempenho do equipamento estando com os itens dentro dele (como é seu dia a dia normal) ou vazio. Isso possibilita detectar quando há algum tipo de sobrecarga, prejudicando seu funcionamento.

Além disso, um fator importante dessa qualificação é verificar se o equipamento tem uniformidade em seu interior. Por exemplo, um freezer para armazenamento de vacinas precisa ter a mesma temperatura em todo seu interior; caso contrário, parte das vacinas estariam apropriadas para a aplicação em pacientes e outra parte poderia colocar vidas em risco, pois não estaria conservada na faixa de temperatura correta.

A confiabilidade precisa ser garantida

Qualificar os equipamentos utilizados na área da saúde é de extrema importância para garantir a validade de medicamentos e, consequentemente, a qualidade dos serviços de laboratórios e hospitais. E também nem preciso falar que é determinante para a saúde e vida das pessoas, né?

Um laboratório ou hospital que possui um plano de qualificações dos equipamentos possui credibilidade perante seus clientes e a comunidade, por demonstrar preocupação com a qualidade de seus serviços e com a saúde de todos. Na área da saúde, um pequeno erro pode custar vidas e, com isso, prejudicar muito a imagem da instituição, e é por isso que precisamos sempre caminhar rumo a excelência!

 

Nesse texto falei um pouco sobre Qualificação Térmica e sua importância para todos nós. Seria legal saber o que você achou do texto e se você gostaria de ler mais sobre esse tema, então deixe seu feedback nos comentários.

Te vejo nos próximos posts! 😉