Image //www.softwaredecalibracao.com.br/wp-content/uploads/2017/11/o-que-e-metrologia.jpg

O que é metrologia?

Autor: Categoria: Gestão 5 comentários

Imprimir artigo
Você já parou para pensar em como um centímetro se tornou um centímetro, ou porque uma libra não é um grama? Essas são perguntas que só podem ser respondidas por quem entende um pouco sobre metrologia, que é um tema muito presente no nosso cotidiano e muitas vezes nem percebemos.

Pensando nisso, resolvi escrever esse artigo para explicar de maneira simples o que é metrologia e quais são suas principais áreas. Vamos ao que interessa!

Como surgiu a metrologia

A palavra Metrologia vem do grego “metron” e “logos”, que significa literalmente o estudo da medida. Tudo começou com a necessidade humana de medir e quantificar coisas. Assim, cada povo foi criando seus procedimentos de medição e suas unidades, chegando a desenvolver seu próprio sistema de medida.

O fato de cada país medir e registrar esses resultados de forma peculiar, dificultou muito a exportação e o comércio. Isso porque ao comprar algo do exterior, aquele item poderia chegar com proporções totalmente diferentes do adquirido, justamente por cada região entender as unidades e as medidas de uma maneira diferente.

A partir daí, começaram a surgir meios de padronizar os resultados metrológicos. No início, não foram métodos muito precisos, mas foram evoluindo constantemente até chegar ao que temos hoje. Atualmente, os resultados metrológicos podem ser aceitos mundialmente, desde que sigam um padrão.

Sistema Internacional de Unidades

Mais conhecido como SI, o Sistema Internacional de Unidades surgiu em 1960 e é conhecido no mundo todo. Hoje, o SI é o padrão que garante que resultados metrológicos obtidos em um país sejam aceitos mundialmente.

Quando foi criado, seu objetivo era ter um sistema prático para uniformizar os procedimentos de medição. E para continuar funcionando nos dias atuais, esse sistema precisa se atualizar constantemente. Por isso, os países que seguem o SI participam de sua composição, fazendo com que ele esteja bem atualizado e atenda às necessidades de todos.

O SI, hoje, é formado por sete unidades das chamadas grandezas de base. Daí surgem as grandezas derivadas, e também fazem parte do SI as unidades advindas das operações entre essas grandezas. Se você achar interessante, posso falar mais sobre as unidades do SI (grandezas de base e derivadas) em um post futuro, então comenta aí!

Subcampos da metrologia

A metrologia evoluiu tanto que se subdividiu em três áreas principais, com aplicações distintas. Esses subcampos servem para garantir que todos os aspectos metrológicos sejam levados em consideração e evoluam em conjunto com as necessidades da sociedade.

Metrologia Científica ou Fundamental

Até aqui vimos que a metrologia nos ajuda a medir e quantificar coisas, que ela surgiu das nossas necessidades e foi evoluindo de acordo com elas. Porém, os mesmos sistemas de medida e as unidades utilizadas em 1900 a.C. (primeiros registros acerca da metrologia) já não nos ajudariam hoje a resolver problemas do nosso cotidiano, fabricar peças para serem vendidas em outro país ou até mesmo comprar um produto importado. Conforme a humanidade evoluiu, a metrologia precisou evoluir também.

Dentro da área da metrologia, existe um subcampo responsável por cuidar da inovação, que se chama Metrologia Científica ou Fundamental. Esse segmento é responsável por pesquisar e acompanhar os procedimentos metrológicos que são adotados no mundo todo. Seu dever é estudar novas formas de aperfeiçoamento, para que a metrologia seja cada vez mais uniforme e desenvolvida.

Metrologia Aplicada, Técnica ou Industrial

Dentro de qualquer indústria, os equipamentos e instrumentos utilizados precisam se submeter a procedimentos que comprovem que estão aptos para a utilização. Sabemos disso porque existe a Metrologia Aplicada: subcampo da metrologia responsável por estabelecer métodos e procedimentos que garantam a qualidade na fabricação.

Quando você compra uma peça para o seu carro, por exemplo, essa peça precisa ter dimensões e modelo adequados. Caso contrário, a peça não poderá ser usada, ou ainda, poderá colocar sua vida em risco, uma vez que comprometerá o funcionamento do automóvel.

A Metrologia Aplicada é responsável por cuidar das calibrações, controle de qualidade, rastreabilidade de informações, e outros aspectos com relação aos equipamentos e instrumentos de medição das indústrias.

Metrologia Legal

Até aqui falamos do impacto da metrologia na indústria e no comércio, e muitas vezes nem nos damos conta de que a metrologia está muito presente no nosso cotidiano:

  • Abastecemos nosso carro em volume (L);
  • Compramos nossos alimentos por peso (kg);
  • Nosso consumo de eletricidade (W) e água (L/m³) são medidos pela fornecedora;
  • Nos submetemos a exames médicos que avaliam os índices de nutrientes no sangue, o que determina se estamos saudáveis ou não.

A partir daí entendemos a seriedade da metrologia e nos aproximamos um pouco mais dela. Pequenos erros nas medições básicas do nosso cotidiano, podem causar prejuízos enormes. Por exemplo, doses incorretas de medicamentos no tratamento de uma doença causaria um efeito crítico sobre nossa saúde. Ou ainda, havendo um erro nos cálculos de consumo de água afetaria diretamente o bolso dos consumidores. Aposto que você não ia gostar de ser cobrado pela água que não consumiu, não é? hehe

Para criar parâmetros justos para esses cálculos e proteger tanto os vendedores quando os consumidores, é necessário que cada país tenha em sua legislação uma parte específica sobre medições e instrumentos de medição para todos os casos. Essa é a chamada Metrologia Legal.

A importância da metrologia para as indústrias

A metrologia está diretamente ligada ao nível de qualidade das empresas e ao desenvolvimento econômico dos países, pois ajuda a garantir a confiabilidade dos processos e a precisão na fabricação de produtos.

Além disso, ter processos metrológicos bem definidos pode ajudar empresas a reduzir desperdícios, retrabalho, falhas nos processos e até mesmo acidentes de trabalho, e também é o que faz indústrias, laboratórios ou clínicas alcançarem resultados acima da média e fazerem a diferença na vida dos consumidores.

Próximos artigos

A partir de agora, pensei em escrever algumas publicações um pouco mais teóricas para discutirmos assuntos que estão presentes dentro da metrologia e que as vezes não conhecemos muito bem ou que trazem dificuldades para os profissionais de metrologia. Então, seria muito legal saber o que você está achando dos artigos e receber dúvidas, críticas e sugestões suas, principalmente de assuntos para o blog!

Um abraço e até a próxima. 🙂