Image //www.softwaredecalibracao.com.br/wp-content/uploads/2018/09/o-que-e-calibracao-direta-e-indireta2.jpeg

O que é calibração direta e indireta?

Autor: Categoria: Gestão 2 comentários

Imprimir artigo
Laboratórios de calibração estão cada vez mais preocupados com a qualidade nos processos que envolvem calibração de instrumentos. Acerca disso, surgem muitas dúvidas, e uma delas é em relação à diferença entre calibração direta e indireta e qual a melhor alternativa para calibrar determinado instrumento.

Aqui nesse artigo vou esclarecer um pouco mais sobre esse tema que vem ganhando tanto espaço nos laboratórios de calibração, sejam eles RBC ou rastreados.

Diferença entre calibração direta e indireta

A calibração de instrumentos é o conjunto de operações sob especificações já estabelecidas, que compara a relação dos valores obtidos em um instrumento e um padrão de referência de acordo com o sistema de medição.

Este processo permite que o técnico avalie o equipamento para saber se ele atende ou não aos requisitos pré-estabelecidos. Esse procedimento é fundamental para o controle de qualidade de qualquer empresa, pois assim o produtor vai ter a certeza que está produzindo um item de qualidade.

Muitas pessoas nem sabem, mas existem dois tipos de calibração: direta e indireta. Vamos entender um pouco mais sobre elas:

Calibração direta

Na calibração direta são aplicadas medidas materializadas sobre o mensurado, cada uma com seu valor verdadeiro convencional que seja necessariamente conhecido. Por exemplo, blocos padrão são utilizados para mensurar o comprimento.

A partir daí, são feitas as comparações entre os valores do equipamento e os valores das medidas materializadas, e partindo desses valores são determinados os erros e incertezas por meio de repetidas medições.

Um exemplo prático desse processo é a calibração de balança, na qual são dispostos pesos padrão sobre a balança (o laboratório deve ter um conjunto de pesos para cobrir todas as faixas do equipamento) e então é feita a comparação entre os valores para determinar o erro da balança.

Calibração indireta

A calibração de manômetros, por exemplo, é feita de forma indireta. São necessários dois manômetros: o manômetro que será calibrado e o manômetro padrão do laboratório. Então, uma bomba de aferição aplica pressão sobre estes equipamentos simultaneamente para comparar os valores obtidos em ambos.

Em termos técnicos, o mensurado é provido de um sistema auxiliar (no exemplo anterior é a bomba), que atua simultaneamente com o instrumento e o padrão, ou seja, os resultados obtidos no instrumento são comparados com as indicações do padrão e a partir disto são calculados os erros e incertezas.

Definindo o tipo de calibração

Como você faria para calibrar o velocímetro do seu carro utilizando o método de calibração direta? Isso é Impossível, pois não podemos materializar a velocidade para comparar com o valor lido no velocímetro. Sendo assim, definir se é calibração direta ou indireta vai depender do tipo de grandeza física do instrumento.

Portanto, é preciso avaliar os instrumentos que serão calibrados para definir o tipo de calibração a ser utilizado. Esse processo é muito importante para garantir uma calibração precisa dentro das especificações do instrumento.

Esse é meu primeiro artigo no blog, então seria legal saber se você gostou do texto. Deixe seu feedback ou dúvida nos comentários. Até mais. 😉